sábado, 6 de junho de 2009

Estamos Fazendo Sexo ou Amor???

É sábado aqui nessa cidade riograndense, a sexta-feira foi até tranquila para a realidade em que trabalho. Fim de tarde com amigas e depois surpresas agradáveis de começo de noite.
Aqui a lua cheia está radiante, iluminando essa noite fria de finalzinho de outono. Assim como nas marés, a lua influencia nossa libido e todos os instintos ligados ao prazer.
Em dias de relações fugazes, descomprometidas e até mesmo anônimas, o sexo como ato vem se mutando ao longo das décadas.
Lá na minha adolescência, fantasiamos o sexo por amor, na época da minha mãe o sexo era sem orgasmos femininos e com o intuito de procriar.
Hoje com meus 44 anos bem vividos, me dou conta que essa geração do século XXI, vivência o sexo com liberdade e libertinagem. Talvez já tenhamos parado para repensar nossa condição de "macho" e "fêmea", ou ainda de certa forma estejamos apenas passando em sigilo pela nossa sexualidade.
Parece papo de doido, mas não é, por mais que saibamos que o o sexo faz parte do estar vivo, muitas pessoas ainda o encaram com tabus e pudores.
As vezes a afetividade, deixa de ser ponto chave para um bom e prazeroso encontro dos sexos opostos(ou não tão opostos assim). A bem da verdade, é necessário assumirmos que fazer sexo está cada vez mais fácil, pois buscamos prazer e sensações emergenciais.
Para mim particularmente, sexo é liberdade de expressão e ação, encontro de duas pessoas despudoradas e liberais a ponto de encararem o sexo como algo que transcende o matrimonio ou contratos vitalícios de vida a dois.
Então deixo aqui uma pergunta para que possamos refletir, e que se encontre as respostas para algumas vontades que por vezes nos invadem, aquela vontade de ter alguém para cuidar e ser cuidado. O que é fazer sexo, ter orgasmos ou construção de um dueto de afeto?
Mas chega de devaneios, é sábado, dia de festas, namoros , flertes e resgate das energias perdidas durante a semana escravizante. E como diz Arnaldo Jabor: "Amor é cristão,Sexo é pagão,Amor é latifúndio,Sexo é invasão,Amor é divino,Sexo é animal,Amor é bossa nova,Sexo é carnaval".

Um comentário:

  1. MUITAS VEZES SEXO POR SEXO...ALGUMAS AMOR SEM SEXO...ETERNA DUALIDADE...

    ResponderExcluir