sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Por Aqui!!!

Então estou por aqui,por vezes a vida e a rotina nos remetem a situações ambivalentes,ficamos divididos entre o ser e o estar.Seria complicado até, caso não fossemos responsáveis diretos por nossas escolhas.
Aqui,distante de casa e dos que amo, passo horas refazendo passos que ontem escolhi trilhar,insegura por vezes,outras forte e decidida,o horizonte é infinito e nossos desejos de acertarmos é por vezes posto em xeque.
Mas o bom de toda essa reflexão e das mudanças reais que efetuei, é que percebi que a vida só se vislumbra por inteiro para quem ousa desafia-la e sair da inercia que paralisa,estou feliz,obviamente que não por completo, pois como toda mãe,desejo ter minha prole toda por perto,mas é preciso também respeitar as asas do outro,deixa-lo planejar seus próprios voos .
Aos que deixei longe,digo que embora a distancia muitas vezes pareça algo ruim, ela aos poucos fortifica os laços que são reais e possibilita o rompimento de nos que só serviam para nos manter prissioneiros da mesmice.
O fim do ano, trás uma nostalgia e um inevitável balanço de nossas escolhas,então eis-me aqui, tentando limpar minhas gavetas e organizar meus armários.

domingo, 30 de outubro de 2011

Quase Sem Palavras!!!

Tinha prometido que não iria comentar via net sobre a doença do ex-presidente Lula, mas diante da grande repercussão do fato e dos pobres e infelizes comentários que tenho lido, fica impossível silenciar-me.

A hipocrisia ainda me choca, muitas das pessoas que postaram nas redes sociais, o tal slogan de "lula vai se tratar no SUS",não o fazem, possui seus convênios particulares. O sadismo humano é perverso e projeta no outro suas próprias limitações.

Obviamente que não sou nenhuma alienada, sei perfeitamente das grandes e absurdas burradas e dos muitos erros cometidos pelo ex presidente,mas são inegáveis os muitos avanços que o país obteve em sua administração.

Mas não é sua forma de governar que agora esta em evidencia, e uma dura, penosa e cruel realidade, somente quem teve câncer ou conviveu com um familiar ou amigo com essa temível doença sabe o que ela gera, não só dor física, mas as dores oriundas da alma, medos, receios, solidão e o convívio com a morte que sendo nossa única verdade, ainda é algo que nos ditos humanos não aprendemos a lidar.

Confesso que me envergonho por vezes de fazer parte dessa espécie de ser vivo, o ser humano é ainda um ser incompleto e rancoroso. Há de se ter o cuidado,ao se postar tamanho absurdo,muitas vezes fica claro e evidente que estamos dando voz aos nossos próprios defeitos.

Duvido, e sem nenhum medo de errar, que qualquer pessoa acometida por um câncer ou qualquer outra doença grave, com possibilidades de ter tratamento em centros hospitalares de referencia e via particular, não o faria, para se tratar pelo SUS em solidariedade a grande massa da população que depende do sistema único de saúde.

Chega de alimentarmos atos hipócritas, deixemos também nossas insuficiências a mostra e parar de usar os outros como Judas, afinal, todos possuímos telhados de cristal.

sábado, 29 de outubro de 2011

CERTAS COISAS!!!

Nossa quanto tempo não escrevo um texto,às vezes a vida parece que nos anestesia,deixando aquela sensação de inércia involuntária, que acaba por travar nossas produções neuronais. Aqui nessa bucólica cidade catarinense, onde resolvi fixar morada por hora, me sinto quase que como um viajante do tempo, onde os desbravadores levavam meses para chegarem a seus destinos. Muito embora, estejamos conectados com a realidade do mundo moderno, com suas maselas, dores e pobrezas de alma, muitas vezes resta-nos essa sensação de vazio quase sufocante. Efetuar mudanças, muitas vezes requer certo desprendimento de crenças e ideologias, levando-nos a reeditar nossas opiniões e conceitos sobre a vida e tudo que julgávamos certo ou definitivo. Claro que há pontos positivos, conseguimos estabelecer um elo entre nossos projetos e realizações, dando-nos aquela sensação de dever cumprido ou ate mesmo de vitória. Poder construir estradas profissionais é com certeza uma sensação maravilhosa, onde nossas capacidades produzem efeitos e mobilizam outros pensares. Mas trabalhar com as saudades dos que deixamos para trás, ou ainda, tudo que parecia ter raiz e hoje aos poucos perdem o sentido, nos remete a certa nostalgia e por vezes uma melancolia. Mas aprendi,não sem sofrimento ou perdas,que a vida é para ser vivida,e é necessário limpar gavetas e esvaziar xícaras,para que se possa colocar novas e crescentes experiências.
(foto: lagoa de Imaruí/SC)

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Sempre Olhar o Mundo Com Olhar de Criança!!!

Fiquei pensando o que postar para o dia das crianças, fui até o “Google”, mas nada era assim tão pessoal, então resolvi usar meus neurônios e me aventurar rumo a produzir um texto para homenagear esses seres que possuem o poder da inocência de um sorriso, a delicadeza dos anjos e acima de tudo um lindo olhar lúdico sobre a vida.

Não tem como não me reportar a minha própria infância, onde tinha pensamentos mágicos, a incrível crença de acreditar em fadas e papai Noel, onde a dor era só quando ralava o joelho, onde os medos se evaporavam com um colo de vó, ou com o perfume da “comidinha” de mãe, bons tempos onde tudo que se tinha era uma vida inteira pela frente.

Ai cresci, acordei do sonho, fui retirada do mundo de Alice e vi que não tinha o poder de fugir de crescer como Peter Pan, longos e doloridos anos, onde se aprende que o príncipe sempre vira sapo, que nem todas as pessoas te amam e irão te proteger. Acordei sem o beijo de príncipe, como na fabula da cinderela.

Mas ai, fui merecedora de poder gerar filhos (2), ganhei novamente a oportunidade de reviver os lindos sonhos cor de rosa da minha tão feliz infância, e o mais especial ainda, tive a oportunidade de ser mãe de um ser portador de necessidades especiais, que há 25 anos me dá o grato prazer de brincar como na ciranda cirandinha.

Por tudo isso, aprendi, que apesar de tudo, nunca, mas NUNCA mesmo, devemos perder o olhar lúdico sobre a vida, pois já dizia Che Guevara: "Hay que endurecer se, pero sin perder la ternura jamás”.

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS A TODOS, QUE AINDA CONSEGUEM SORRIR, SIMPLESMENTE POR SORRIR...

terça-feira, 20 de setembro de 2011

20 de Setembro

20 de Setembro, para muitos só uma data qualquer, para os gaúchos como eu, uma data que nos faz relembrar os bravos homens farrapos, que lutaram bravamente por ideais de um rio grande justo e livre.

O 20 de Setembro é bem mais que aquele amontoado de barracas e encontro para beberagens do parque harmonia, é a luta diária de cada cidadão gaucho, que briga por suas idéias, que trabalha com orgulho, que veste as cores do rio grande como uma armadura.

Para gaúchos como nós, que hoje buscam seu sustento fora do pampa, que lutam todos os dias para serem respeitados, o 20 de setembro é uma data para que tenhamos força, como teve Anita Garibaldi,que mesmo não tendo sangue gaucho,juntou-se a essa guerra e fez a diferença.

Sejamos Anitas, ximangos ou maragatos, sejamos gauchas e gaúchos, homens e mulheres que se orgulham de suas raízes, que não se intimidam ao serem chamados de bairristas, que falam tchê, capaz, baita, tri legal, que tomam chimas e dizem que a Polar é daqui. Que cantam gritando o hino rio-grandense e o canto alegretense, e claro o hino do colorado.

Que quando sentem saudades de Poa, cantam “deu pra ti baixo astral, vou pra porto alegre, tchau”. E é assim que nasceu o orgulho bairrista de ser gaucho,com os bravos farrapos,que tão bem são lembrados no hino do rio grande.

Como a aurora percussora, do farol da divindade, foi o 20 de setembro o precursor da liberdade...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

INDEPENDÊNCIA OU MORTE??

Então, tarde de feriadinho da Independência, lá na capital desse país tupiniquim, foram gastos +ou- 900mil reais para realizar o desfile, no complexo do Alemão o exército trava luta com a comunidade e o povão fazendo malabarismos com seus 545 reais de salário mínimo, oh! paíszão...

Sete de setembro, teoricamente dia da independência do Brasil Il, só teoricamente por que ainda somos um povo refém de obrigatoriedade eleitoral e voto de cabresto, sem contar nossa total dependência aos G1, G2, 3,4 5, 6, 7,8... ah e ao ponto G,então, dia de refletir que país é esse.

Quando o tal D.Pedro gritou independência ou morte, não imaginava que naquele exato momento, estávamos entregando nossa alma ao julgo do primeiro mundo. Depois que Cabral nos achou por aqui,felizes,livres,nus e com nossas muitas riquezas naturais e trocou tudo por espelhos e pentes,sem contar que misturaram seus sangues europeus com o puro sangue brasileiro(nossas índias),nascia ai nossa dependência total.

Mas ainda resta-nos o orgulho de sermos brasileiros, um povo que não se entrega que mesmo usando grilhões, teima em ir em frente e busca sim da total LIBERDADE.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

ser gaúcho é...

SER GAÚCHO É . . . ... é morar em Florianópolis e dizer que Pelotas é melhor; ... é assinar Zero Hora em Nova York; .... é estar no Maracanã escutando a Rádio Gaúcha; ... é bater no filho ao descobrir que ele é Flamengo; ... é chamar jacaré de lagartixa; ... é achar que a FREE WAY é a nona maravilha do mundo; ... é se exibir que tem maior praia do Mundo, a maior lagoa do Mundo; .... é ter confiança em bancos gaúchos; ... é comemorar uma revolução que não deu certo; ... é chamar a mulher de prenda; ... é dizer que é fácil fazer churrasco; .... é comer a costela antes da picanha; ... é dizer que vaso de banheiro é PATENTE; .... é comer NEGRINHO em vez de brigadeiro; .... é falar TCHÊ ao telefone só pra ver se descobre outro; ... é falar TU em vez de VOCÊ; ... é enviar cartão postal de TORRES; ... é fazer compras no SÚPER; ... é dizer que tem um FRIGIDAIRE em vez de geladeira; ..... é achar que o LAÇADOR é maior e mais bonito que o Cristo Redentor; ... é achar que o GUAÍBA é rio; ... é dizer que tomar água à 100º C com gosto de mato é coisa de macho; ... é chamar geléia de CHIMIA; ... é chamar doce de leite de MU-MU; .... é falar roleta em vez de catraca; ... é falar lomba em vez de morro; ... é poder falar tri legal ou muito tri; ... é chamar quarteirão de quadra... ... é se TAPAR ao invés de se cobrir; .... é chamar semáforo de sinaleira (ninguém entende); .... é falar "capaz" (ninguém entende também); ... é torcer pra qualquer time que esteja jogando contra o time adversário (grêmio ou inter); ... é ficar babando na frente do açougue e achar carne "linda"; ..... é gostar de passar frio (5 graus e o índio velho vai colocar um moletom); ... Outra coisa que só o gaúcho fala é "pechada" quando se refere a uma batida de carros... ninguém entende; ... Chegar no mercado e pedir: me dá 5 pila de cacetinho e 1 kilo de guisado... Ser gaúcho é: - saber que a nossa pátria é o Pampa e não a praia com coqueiros; - saber que nossa característica é a bravura e não o jeitinho; - saber que nosso valor é a lisura e não a malandragem; - é ser simples de modos, mas reto de caráter; - é ser franco e direto, nem que isso cause inimizades; - é ser humilde em ambições, mas exagerado em ideais e paixões; - é ser um respeitador fiel da hierarquia funcional e o primeiro a proclamar a igualdade; - é um ser batalhador, que não desiste nunca; - é um rebelde, que nunca aceita ser dominado; - é um bravo, que não foge de uma luta por ser difícil; - o gaúcho autêntico é um verdadeiro tradicionalista. Não porque aprende coisas no CTG, Mas porque carrega em si estes valores e não vê alternativa possível de vida digna fora deles. Por isso eu tenho orgulho de ser chamado de "GAÚCHO". Um quebra costela a todos!

Por: Andreza Costenaro

P.S: Quando li achei lindo,resolvi compartilhar

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Coisas de Interior...

Sexta-feira fria no sul do país,por aqui ventos uivantes e aquela sensação de ossos congelando, típico dia de inverno.
Nasci e cresci em Porto Alegre,embora em um bairro distante do centro da cidade,sempre estive em contato com o barulho,movimento,e tudo que caracteriza uma cidade grande.Naqueles momentos de rotina pesada,dias que deveriam ter 25 horas,bate aquele vontade de migrar para o interior e morar numa casinha de sape.
Cá estou,numa minúscula cidade ao sul de santa catarina,com suas peculiaridades que chamam a atenção.É de praxe se anunciar falecimentos nos boletins de obituários,porém por aqui,isso se dá bem a moda do interior,por alto falante em praça pública.
Nesses meses que por aqui estou,tenho presenciado situações de livros, coisas que meus avós contavam e eram tão longínquas para mim,morar no interior é uma rara oportunidade de se aproximar do passado ,onde o velho e o novo passeiam lado a lado.
Enfim, chegou o fim de semana, eu arrumei as malas,depois de 4 meses,vou a minha terra,matar as saudades do meu outro pedaço que por lá ficou.Como é bom voltar,e ter a certeza que nossa bagagem aumentou,não em volume de malas ,mas em aprendizados.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Indo em Frente...

Segunda-feira fria e chuvosa em terras catarinenses,longe de casa tudo parece se potencializar,já viu um gaúcho se entregar ao mal tempo?Pois é,efeitos dos 400km longe das raízes e dos que se ama.
Se a algum tempo,alguém tivesse me garantido,que hoje eu estaria por aqui, com certeza essa pessoa teria sido chamada de louca.Mas cá estou,explorando novas oportunidades.Claro que não é fácil,largar o conforto das rotinas esperadas e se jogar ao novo.
Afinal, a regra diz que aos quase 47 anos, já deveria ter comprado a cadeira de balanço e as lãs para tricotar para os netinhos.Obviamente que esse modelo ultrapassado de mulher madura,não fica confortável a uma gaúcha escorpiana.
Sempre me senti incomodada com a mestice habitual,da falsa tranquilidade e segurança das rotinas pré estabelecidas.
Pois bem, estou "quase" feliz,com essa nova e surpreendente etapa da minha vida, não fosse as saudades que me faz duvidar das minhas atuais escolhas.Afinal deixei um pedaço valioso de mim em terras gaúchas,e esse pedaço me faz uma "baita" falta.
Mas por aqui,em terras imaruienses, há qualidade de vida,liberdade de ir e vir sem os medos recorrentes da violência urbana,afinal estou em uma bucólica cidade interiorana.
Sortudos os que conseguem quebrar as amarras do óbvio e se aventuram em busca do construir sua historia de uma forma menos ordotoxa.
Um ótima semana a todos,eis que chegou Agosto,com seu frio típico e já se sabendo que logo chega a primavera.

sábado, 30 de julho de 2011

Raízes Intolerântes do Desprogresso...

Apesar de teoricamente estarmos em um país democrático e com o maior pluriparditarismo do planeta,ainda encontramos raízes retrogradas de politicas coroneralistas.
Estou no interior de Santa Catarina,uma pequenina cidade que comporta pouco mais de 11 mil habitantes,onde a grande maioria dessa população reside nos confins do município. Há histórico de um único partido politico,ter comandado o município por 60 anos.
Aqui parece que o tempo parou, o desenvolvimento se perde pela BR101.E os seres pensantes migram para os grandes centros,numa busca incessante para conservar sua saúde mental.
Me considero uma pessoa bem informada,com boas e coerentes ideias politico sociais, acredito na igualdade de direitos e tento participar da minha realidade com olhar critico.Não havia por aqui partidos de esquerda, que confrontassem as questões que são de interesse comum.
Para minha surpresa,eis que encontro militantes do PT,que com coragem a "lá" Chico Mendes,estão se organizando para enfrentar o ranço de anos de politica a cabresto.Essa semana houve reuniões, novas adesões e lançamento de pré candidaturas.
Copiando Garopaba, que importou um gaúcho de faca na cintura e esta fortificando o partido,para igualmente enfrentar o mofo das ideias do passado.
Parece-me que agora encontrei meu grupo de iguais, e apesar do atual governo federal,não estar correspondendo as expectativas como deveria,ainda somos os velhos idealistas que a 31 anos nos engajamos na luta para construir o dito Partido dos Trabalhadores.
Oxalá, por aqui consigamos estabelecer inteligentes coligações,parcerias que nos faça acreditar que nossos sonhos quase utópicos,gritados nos comícios que duraram 20 anos para que se conseguisse colocar um operário no planalto central.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Escolhas!!!

Fazer escolhas,nem sempre é assim tão fácil,não há escolhas imparciais,solitárias ou autónomas,todas estão sempre relacionadas as influencias do meio externo.Eu,como todos sabem, estou a 400km de casa,do meu filho,dos meus amigos e de tudo que gosto ,porém, essa minha escolha me trouxe novas possibilidades,novas amizades,muito trabalho,sem contar as belas paisagens.
Tudo isso,foi apenas para tecer comentários sobre a morte de Amy Winehouse,uma jovem talentosa, que através de suas escolhas,morre aos 27 de idade,e os comentários giram em torno de sua dependência química, e não por ser uma branca,com uma voz negra,que nos remete aos bons tempos do Soul e do Blus.
Comentei sábado,ao saber da morte de Amy,que o suicida sempre atingi seu objetivo, o de morrer.Nossas escolhas também traduzem em que pulsão vivemos, com a de VIDA ou com a de MORTE.
Mas a semana começou,por aqui em terras imaruienses,ventos ciclónicos e um belo sol...

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Divulguem!!!!

Levados pelo avanço assustador do uso e abuso de drogas e/ou álcool em Imaruí/SC,nos profissionais da saúde pública e privada,resolvemos reunir forças e fundar a ATENTOS-Associação de Atenção em Saúde Mental e Suporte em Dependência Química.Que visa dar suporte aos dependentes e suas famílias.Com profissionalismo e empenho.http://www.facebook.com/profile.php?id=100002637044145,breve também nosso blog.

Sabemos que a sociedade brasileira,vive neste século um dos seus maiores desafios,ou seja,a prevenção e o combate as drogas.Pensando sobre isso,chegou-se a conclusão de que medidas urgentes deverão ser estabelecidas para frear o avanço dessa doença epidêmica.

A muito os grandes centros deixaram de ser alvo exclusivo do narcotráfico,pequenas cidades hoje vivem o caos de verem suas crianças,jovens,adultos e suas famílias,destruídas pelo uso e abuso crescente de substâncias psicoativas,que geram dependências físicas e psiquícas.

Vemos na construção desse projeto da ATENTOS,a possibilidade de um espaço que irá oferecer suporte aos dependentes e seus familiares.Sendo esse um espaço,que terá como foco central,a prevenção,redução de danos e o resgate da saúde mental.

As atividades oferecidas abrangerão oficinas terapêuticas,acompanhamento psicológico,psiquiátrico e clinico,terapias individuais e em grupo.Pensamos que a multidiciplinidade,focada para a prevenção e apoio a redução de danos,é o método e instrumento eficaz na luta contra a drogadição e o abuso de álcool.

Elaine Noal

Psicóloga

terça-feira, 19 de julho de 2011

Coisas Daqui....

Buenas,parece que iremos virar seres aquáticos,as chuvas estão constantes.Dias assim,nos tornam um tanto melancólicos.
Complicado por vezes,estarmos em constantes recomeços,mas há de se vencer os próprios limites,eis ai o que nos diferencia de alguns animais.
Por aqui,em terras catarinenses,chega ao fim,depois de dois meses de greve,a paralisação dos professores estaduais. Em um país,onde a educação escolar esta longe do ideal,esse ócio provocado,não é lá sinal de progresso.
Para não fugir a regra,pararam, mas não levaram, e quem perde com isso?ora,as crianças e adolescentes,que terão mais uma vez um ensino capenga e deficitário.
Mas eis ,o Brasil tupiniquim....

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Homens??

A internet é realmente um veículo de informações realmente surpreendente,aos 46 anos de idade eu nem imaginava que existia o "Dia Internacional do Homem"(risos).
Pois é, coisas que só o mundo cyber nos informa.Já conheci alguns homens na minha vida, avós,pai,irmão,tios,primos,sogro,cunhados,amores,amantes e claro aqueles que não merecem usar cuecas,se bem que essa roupa intima não é só exclusividade dos machos de plantão, assim como as langeris femininas.
Buenas, creio que muito além do gênero sexual,ser homem é pertencer a espécie humana,embora muitos representantes desse gênero,acreditem ser uma raça superior.
O ser homem(genero), é poder ter valores concretos, honrar suas crenças e fazer valer seu papel como ser pensante. Há os machos alfas,que vivem para rebanhar fêmeas,na tentativa quase insana de reproduzir seus gens,que acreditam ser perfeitos.
No século XXI,nos deparamos com os metro sexuais,homens que buscam a boa aparência,com suas barrigas tanquinho(uii),sua intelectualidade sedutora,o que nos faz acreditar que alguns deixaram as cavernas e seus tacapes.
Complicado tecer um comentário isento e imparcial, afinal aqui digitando esse post,esta uma mulher, que já teve o privilégio de conhecer homens que fugiam das expectativas e surpreenderam de forma positiva, mas também conheceu os bons e ortodoxos cafajestes(reza a lenda, que toda mulher tem que ter um pretinho basico no armário e um cafajeste na cama),ai já é outra estória...
Sejamos realistas, nascemos para viver aos pares,sejam eles heteros ou homo,o bom mesmo é curtir esses homens,quem sabe Darwin tenha razão e um dia eles evoluam.
Então, para os que honram as "cuecas",os meus parabéns...

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Começando a Semaninha......

Aqui na terra dos catarinas,frio ártico e chuva,nos altos de Imaruí e com vista para a lagoa,minhas novas raízes já dão brotos novos, incrível nosso poder de adaptação.
Mesmo longe de casa(RS),tenho acompanhado o que acontece na minha alegre POA.Hoje lendo os jornais gaúchos,algumas noticias me deixaram confiante,outras preocupada.
A primeira,é que a STS,comprou novos ônibus,modernos e adaptados para a acessibilidade dos portadores de necessidades especiais, e a outra menos nobre,é os crescentes atos de violência contra os homossexuais,que cada vez mais chocam quem defende a igualdade de direitos.
Para enfrentar o preconceito, o governo do Estado criou o programa Rio Grande Sem Homofobia.O Rio Grande do Sul, é o sexto estado em número de denuncias contra homossexuais através do Disque 100.
Lamentável que ainda tenhamos de viver e conviver com essas atitudes,a homofobia deixou de ser um ato de preconceito e passou a ser um grave problema social.Quem sabe, ainda possamos ver alguém respondendo criminalmente por esse ato,e como brasileiro só muda de conduta, quando seu bolso é atingido,que tal aplicar uma multa bem "Salgada"?
Por hora fico por aqui, segunda-feira,dia de retornar as rotinas,acompanhada do bom e quente "Chimas".

sábado, 9 de julho de 2011

De Volta...

Após um período de transição,adaptações e saudades a elaborar,estou de volta.Aqui em terras catarinenses o frio é algo que nos faz sentir saudades de casa,a vida por aqui anda devagar,como a procurar razões para se estar tão longe de nossas raízes.
Passo dias a me perguntar, de onde vem essa capacidade sobre humana de adaptação,onde se deixa elos afetivos e vai se construindo novos,como a refazer ninhos e buscar aconchegos.
Confesso,que por vezes fica difícil,por outras uma leveza e a certeza das boas escolhas.Estou voltando, novamente refiz meus elos cibernéticos,os quais muita falta me fizeram.
Aguardem novidades da terra dos barriga verde....

sexta-feira, 15 de abril de 2011

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Devagarinho.....

Segunda-feira acordei meio assim com aquela preguiça, depois do bom e inseparável café, sai para a vida, hora de recomeçar as atividades laborais e engrenar o motor da produção. Confesso que segunda –feira se começa em marcha lenta.

Na minha querida Porto Alegre, ontem teve jogo do meu colorado, e eleições para o conselho tutelar, tenho sérias reservas em relação ao CT, mas sei que não posso generalizar, nem todos buscam esse “boquinha” para engordar sua conta bancaria.

Graças ao Facebook, descobri que meu querido amigo Julinho Lopes, ganhou as eleições, e tenho certeza que fará o melhor pelo bairro Restinga, na zona sul de Poa. Conhecedor da realidade daquela comunidade,e um produtivo ativista pela melhoria da qualidade de vida daquela população, parabéns a ele e aos demais membros.

Ainda sobre o massacre no RJ, sensações de perplexidade, todos buscando reunir os pedaços, elaborar o luto e ressurgir para uma nova etapa. Esperamos que tudo se reorganize.

Então, vamos indo, a passos de formiga e sem vontade, assim canta Lulu Santos, mas o importante é nunca desistir de seguir.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Repensando...

Chegou o fim de semana, mais um dia de trabalho e continuidades de rotinas, assim em um primeiro olhar tudo dentro da normalidade costumeira. No entanto,sabemos que algo dentro de cada um de nós foi mobilizado, e hoje incomoda como um sapato apertado.

O Brasil tem por regra ser um país daquela máxima que diz: “depois do portão arrombado, tranca de ferro”. Após a tragédia ontem no RJ,que nos deixou perplexos,autoridades hoje estão construindo estratégias e confabulações que levem a soluções mágicas.

Creio que só desenvolveremos de fato, quando deixarmos de sermos “apagadores” de fogo, e trabalharmos com a prevenção. Alias em qualquer instancia da vida, a prevenção é a solução.O mundo hoje esta tentando entender a dinâmica desse acontecimento,mas como em muitos casos ficaremos apenas nas hipóteses.

Pergunto-me, onde esta o epicentro dessas atitudes limites, onde humanos exterminam humanos, levados muitas vezes por alucinações e fantasias produzidas na psique. Sinceramente me coloco junto de dezenas de pessoas que buscam as respostas.O que sei de fato é, que passados os traumas recentes, é preciso repensar para onde estamos caminhando.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

A palavra do dia é: PERPLEXIDADE

Quinta-feira, acabo de chegar em casa, achando que tudo estava dentro da normalidade habitual, pego um café e um cigarro, companhias que me fazem relaxar, ligo a TV, deparo-me com um boletim extra do tele jornal, até ai sem novidades, mas assim que entendo o contexto, fico perplexa.

Esse tipo de crime é comum lá na terra do tio San, mas em terras tupiniquins só na guerra do trafico. Mas não era nenhuma dessas hipóteses,era ali no RJ,onde crianças e adolescentes inocentes,foram mortos ou feridos, por alguém que havia ultrapassado os limites da sanidade e não soube voltar.

Especialistas em comportamento humano estão reunidos, tentando traçar a personalidade e juntar as peças de um quebra-cabeça, que nem mesmo o Sr.Freud saberia. Estamos todos,brasileiros ou não, a nos perguntar, o que leva uma pessoa a cometer um ato bárbaro?Sinceramente busco em meus arquivos cerebrais, alguma teoria aprendida em anos de estudos sobre as insanidades humanas e suas conseqüências, mas a perplexidade me deixa inerte mentalmente.

Estamos em tempos de extermínios, não só causados por catástrofes naturais, guerras pelo poder, mas extermínio da saúde mental, onde em era de Crack, fanatismos matam e se matam em nome de suas próprias leis.

Sinceramente hoje não consigo ser puramente racional, me junto aos milhões de pessoas que estão acompanhando as noticias sobre o que aconteceu em Realengo no estado do Rio de Janeiro, resta-me enlutar-me em solidariedade as famílias.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Psiuuuu....To voltandoooooo!!!

Como cantava Cássia Eller: "Mudaram as estações, e nada mudou, mas eu sei que alguma coisa aconteceu esta tudo tão diferente (...). É assim que estou mudando estações e não apenas as estações climáticas, mas sintonizando minha vida nessa nova fase.

Estive longe deste espaço, distancia necessária para as devidas adequações a nova vida que se mostra a minha frente. São tantas novidades,tantas pessoas novas,experiências que me fazem voltar a acreditar que não estava tão errada quando defendia veementemente minhas teorias sobre conceitos e valores.

Hoje consigo sentir-me plena, feliz até, por perceber que fiz escolhas certas, mesmo tento essas me causado tantas tristezas, lágrimas e decepções. Agora com a vida reorganizada, irei retomar as coisas que sempre me propiciaram prazer, como por exemplo este espaço aqui.

Espaço este, onde pude por várias vezes, traduzir em palavras o que estava sentindo e minha percepção sobre o meio o qual estou inserida, como humana e ser pensante. Saudades da minha terra, mas aqui também estou em casa, afinal adequasse é um raro saber.

Obrigada a todos que aqui ainda permanecem, obrigada por acreditarem no ressurgimento depois de tempos de mudanças. Deixo uma foto do meu novo lugar, e convido a todos a conhecerem as belezas da serra catarinense, e passem para um cafezinho.

sábado, 29 de janeiro de 2011

É verão.....

Ausento-me, retorno, volto a me ausentar, e as mudanças são poucas, não só neste universo cyber, mas como aqui no mundo dito real. Talvez reflexos das dificuldades relacionais dos tais humanos.O descomprometimento para com o outro e as hipocrisias cada vez mais presentes.

Estamos no verão, aqui no sul deste país cada vez mais tupiniquim, calor desértico, com temperaturas que não são suportáveis até mesmo para as plantas da caatinga. As catástrofes naturais potencializadas pela ação do bicho homem,onde as forças da natureza chegam e arrasam com tudo que encontro pela frente.

Estamos em um período de inércia política, afinal houve transição de governo e estamos em época de férias. Vem ai o carnaval, onde se esquecem as dores, problemas e vivesse tão somente o reinado de Momo. Triste é a ressaca e o remover das cinzas na quarta-feira.

Estou fora do meu domicílio natural, tentando adaptar-me a novas informações e rotinas, mas com a presença da imensidão do oceano, onde é possível mensurar a nossa pequinesa.

Agradeço as visitas ao meu amador blog, embora esteja eu distante deste espaço, prometo ao terminar este período de transição e de férias, voltar a dar mais atenção.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Pedras.....

Das Pedras

Ajuntei todas as pedras que vieram sobre mim. Levantei uma escada muito alta e no alto subi. Teci um tapete floreado e no sonho me perdi. Uma estrada, um leito, uma casa, um companheiro. Tudo de pedra. Entre pedras cresceu a minha poesia. Minha vida... Quebrando pedras e plantando flores. Entre pedras que me esmagavam Levantei a pedra rude dos meus versos. Cora Coralina ( com tantas catastrofes,dores,perdas...o melhor é quebrar as pedras e plantarmos flores)

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Para Refletir (XIV))

Por que você me pergunta? Perguntas não vão lhe mostrar Que eu sou feito da terra, Do fogo, da água e do ar!( Raul Seixas/Paulo Coelho)
(Eu que tirei essa foto)

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Recesso....

Buenas,acabou os festejos de fim de ano, já estamos sob o comando da senhora presidente Dilma, o salário mínimo teve um aumento de pouco mais de 5%,enquanto os parlamentares se auto concederam quase 75% de aumento. É este o país que busca erradicar a miséria e o tornar um lugar de igualdades.
Mas somos brasileiros, não desistimos nunca, e por certo usaremos estes proximos 363 dias para renovar nossas esperanças e planejar ganhar na mega sena da virada.Afinal,adoramos delegar à sorte a responsabilidade de sanar nossas dificuldades.
Mas é verão, ferias,sol,cerveja gelada,praias e muita preguiça,estou voltando para Santa Catarina, não para desfrutar do mar azul , mas para trabalhar.Demorei ,mas resolvi fazer diferente em 2011,deixar o passado no passado e construir um hoje produtivo.
Tenham todos um bom verão,para os que irão gozar das merecidas férias e para os que estarão na labuta necessária.