quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Aproveitem para Repensar...

Rosa vermelhaDesejo-teRosa vermelha
Desejo-te dias nublados, para que aprendas o valor dos dias de sol; Desejo-te lagrimas, para que possas sorrir com o coração; Desejo-te desiluções amorosas, para que aprendas a valorizar o amor real; Desejo-te saudades,para que aprendas a ser presente na vida de quem te ama; Desejo-te amigos falsos, para que não abandones os verdadeiros; Desejo-te a insonia, para que nela possas sempre repensar teu atos,e assim corrigir-te e tornar-te melhor; Por fim, desejo-te tudo que desejares, por que eu aprendi perdendo, que minha única obrigação é ser feliz. Um Natal repleto de nascimentos e renascimentos de sonhos e realizações e que em 2011,saibas usar com sabedoria essa chance de viver 365 dias novinhos e recheados de coisas boas,excitantes e que te façam acreditar que, apesar de tudo, é muito bom ser humano...
Rosa vermelha Elaine NoalRosa vermelha

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Vivenciando o Luto e Renascendo...

A vida é constituída de muitos ganhos, mas também de muitas perdas, tudo isso forma o equilíbrio do existir.Dentre essas perdas esta a morte, seja a morte do corpo ou a morte de projetos afetivos,laborais.
A morte deprime, nos fornece sentimentos ambivalentes,que nos desorganiza, e isso é elaborado com o luto, constituído de começo,meio e fim.Superada essas fases a dor,a revolta,eles se transformam em saudades e mais tarde em lembranças que farão parte dos nossos registros em arquivos cerebrais.
Preocupa-me são as pessoas, que passam por esse mundo terreno, indiferentes as sensações e sentimentos que mobilizam o nosso existir. Na psicologia chamamos de "Belle Indiference",onde nada parece atingi-las, caminham robotizadas e não reconhecem afetos, tudo é fugaz e mecânico.
Procuro fugir das situações que possam me machucar, porém não me escondo quando essas dores são inevitáveis, pois sei que se vive-las intensamente eu estarei forte e reestruturada quando o luto for superado.E hoje superei, vivi cada fase e estou forte e feliz.
Assim como os ganhos, que são vivenciados intensamente, as perdas devem ser vividas ,pois será essa entrega que irá nos fornecer a resiliência necessário para que sejamos possuidores de uma saúde mental plena.
Então, não se esconda das suas perdas, viva cada fase, ressurja sempre ,pois será isso que lhe dará certezas de que viveu intensamente. Ah! e não fuja do afeto, aprenda a dar e receber.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Tô Nessa...

Um novo canal virtual de comunicação,onde a irreverência será a marca registrada. Liberdade de expressão e um jeito todo gaúcho de fazer rádio. Com muita honra faço parte deste projeto, espero ouvi-los e vê-los por lá.
EM FASE DE TESTE!!!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Para Refletir ( XVII )...

Previnir sempre, ainda é preciso lutar, pois AIDS não tem cura, apenas tratamento. Preserve-se e cuide de quem amas....

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Brasil Real...

Segunda-feira de chuvas por terra gaúcha, depois de um final de semana com sol de verão, estamos hoje com temperatura de outono.

A que tudo indica, as forças policiais tomaram as comunidades do Rio de Janeiro, escolhidas como metas para a limpeza dos tapetes. Com um objetivo teoricamente nobre, o de exterminar os narcotraficantes e libertar a sociedade do seu julgo.

Porem há perguntas inevitáveis, como por exemplo, os reais motivos destas operações de guerra em terras cariocas. O Brasil irá sediar os jogos olímpicos e também a copa mundial de futebol, e como é de praxe, vivemos cenas teatrais para americano ver.

Este tipo de movimento deveria e deve ser uma constante, porém grandes investidas acontecem quando de certa forma queremos mostrar a sala de casa aos visitantes. Nada surpreendente, já que vivemos em terras tupiniquins.

Com certeza, muitos de nós já assistimos ao filme do flautista que encantou os ratos, para livrar o reino desta praga, e ao som da melodia direcionou os ratos até o rio e os matou afogado. De uma forma grosseira, a policia e as forças armadas estão tocando suas flautas e expulsando os traficantes, até ai nada extraordinário.

Pergunto-me, no entanto, para onde esses “ratos” estão indo, pois também sabemos que os ratos se proliferam quase que como a velocidade da luz, e um negocio que lida com milhões de reais, não se deixará afogar-se.Vamos aguardar as próximas cenas.

Em tempo, ontem fui a parada gay, um evento que ocorreu em clima de festa e de manifestações contra a homofobia, no entanto é preciso continuar a luta, mesmo por que, os mesmos que ontem lá estavam tirando fotos com os transformistas e travestis, serão os mesmos que hoje repudiarão as demonstrações de afeto entre gays. Chega de hipocrisia.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Violência Contra a Mulher...

É lamentável que precisemos ter um dia para assegurar direitos, seria tão mais fácil se tudo fosse natural, sem leis especificas ou punições, mas a realidade é outra.

Hoje 25 de novembro, é o dia internacional para a eliminação contra a violência a mulher e os quatro anos da Lei Maria da Penha. Por todo o mundo milhares de mulheres são vitimas potenciais de violência, sejam elas domesticas ou discriminatórias.

Mulheres que por motivos muitas vezes banais, acabam por sucumbir nas mãos de seus maridos, companheiros ou namorados. Violência gerada por ciúmes, drogadição e pobreza, não a pobreza financeira, mas a pobreza de caráter e valores. E a mulher que cala, muitas vezes sofrendo violência diante dos filhos, esta colaborando e muito para futuros desvios comportamentais de sua prole.

Muitas mulheres não denunciam, abrindo assim precedentes para as repetições, por motivos muitas vezes carregados de traumas psicológicos e medos recheados de ameaças, mulheres se calam e vai muitas vezes ao óbito por não denunciarem.

Estamos em um momento critico das relações humanas, a violência é tão grande e brutal que vem chamando o interesse de especialistas, e não apenas as mulheres, que estão catalogadas nos grupos das minorias, há também os negros, os homossexuais.

Aliás, tudo e todos que fogem ao que muitos chamam de “normalidade” ou se fazem diferentes, parece gerar uma raiva coletiva, culminando em atos primitivos de violência gratuita.

Vamos repensar nosso papel como formadores de opinião, rever que tipo de orientação estamos passando a nossos filhos, e o mais importante, o que estamos fazendo para mudar essas estatísticas alarmantes.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Fragmentos !!!

Bem, depois de alguns dias ausente, repensando, refletindo, reorganizando a vida, volto.Interessante quando fazemos aniversario, há um balanço por vezes inconsciente em relação ao que sonhamos, projetamos e realizamos.

Freud escreveu muito pertinentemente sobre as pulsões de vida e de morte, onde lutamos contra nossos instintos e muitas vezes perdemos essa guerra. A teoria do prazer para Freud é uma busca constante entre os desejos,sejam eles de autodestruição ou de prazer puro.

Assim, mesmo para os que não invocam Freud em seu cotidiano (como eu), é inegável que somos constituídos por essas duas pulsões. Quem nunca se viu em situações ambivalentes, ou grosso modo, em cima do muro diante dos desafios da vida real?

Mas o bom é, com exceção dos suicidas, lutamos para manter a pulsão de vida sempre pulsando, é a vida é redundante, mas enfim, entre mortos e feridos, eis que aqui estamos, mais maduros, experientes, com cicatrizes que não nos deixa esquecer que viver é por vezes um perigo.

Ah!Mas quem não ousou vez ou outra a desafiar o minotauro, nesse labirinto chamado condição humana. Resumindo, cá estou, com cicatrizes, porém inteira e refeita e por que não feliz de ter sobrevivido às pulsões de morte oriundas de terceiros.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Vamos Repensar.....

Pós-feriadão e cá estamos, estarrecidos com tanta violência.Em Alagoas continua o extermínio de moradores de rua, agora somam 32 vitimas fatais. Em São Paulo, homossexuais são agredidos, por que se atrevem a serem eles mesmos, na para da gay do Rio, um jovem foi baleado. Será que a intolerância esta gerando uma nova forma de limpeza humana?

Aqui no sul deste país tupiniquim, o feriado não foi diferente, mortes, violência, um misto de caos e ressurgimento de novos comportamentos não tão humanos. Custo a acreditar que estamos voltando no tempo, e nos tornando primitivos. Pobre Darwin, que tanto se esforçou para nos mostrar os passos da evolução.

O cenário brasileiro deixa pouco a desejar aos filmes futuristas, que assistíamos em nossa juventude, onde seres intergalácticos invadiam nosso planeta e massacravam a humanidade.

A política brasileira é algo surreal, falando nisso a presidente Dilma passou o feriado na capital gaúcha, e para os bons observadores, com certeza notaram a volta do caráter que tanto gerou polemica e que ficou maquiado pelos marqueteiros da campanha, eis que ressurge a velha Dilma, agora no trono de Lula da Silva.

Silvio Santos continua a perguntar: “Quem me dá dinheiro”, e novas facetas escusas de seu império se mostram não tão sólidas e licidas como pensávamos.Enfim, estamos caminhando a passos largos para o fim deste ano e da década, já perceberam que já se passou 10 anos do tão esperado ano 2000?

E as mudanças inovadoras que tanto esperamos, se retratam em um novo Holocausto.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Palavras!!!

Às vezes fica complicado reorganizar as coisas, parece que nossa energia some e somos abduzidos por seres extraterrestres. Com certeza muitos de vocês já se sentiram assim, estranhos dentro de si mesmos. Mas tudo é apenas um estado e não verdades absolutas.

O Brasil, ah o Brasil, país surreal por vezes, onde há extermínio de moradores de rua, como lá em AL, país abusando de filhos, quando na verdade deveriam ser cuidadores, na política não há mais espaço para comentários, pois me tornaria repetitiva, Enfim, ficamos reféns de nós mesmos, entrelaçados na rotina que nos imobiliza e nos torna inertes.

Cresci ouvindo o Sr. Silvio Santos, perguntando: “Quem quer dinheiro?”, e hoje as noticias avisam, o todo poderoso esta perguntando: “Quem me dá dinheiro?”, pois seu banco PanAmericano faliu, pediu ate uns trocadinhos para o sr, Lula da Silva. Será que levou?

Não saberemos, afinal ficamos sempre como os traídos (as) os últimos, a saber, há segredos velados também na política tupiniquim. Passam dias, semanas, meses e tudo parece se repetir, não há um único dia que não se leia as mesmas barbaridades, apenas com uma nova linguagem.

Enquanto isso seguimos como Dom Quixote, a lutar com nossos moinhos de vento a procura de Dulcineia.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Tudo Como Dantes...

No quartel de Abrantes, enfim a senhora Dilma foi eleita a primeira mulher presidente deste país tupiniquim, esperamos que não repita o mal feito da senhora governadora do meu estado, Yeda Crusius, que com a proposta de um jeito novo de governar, levou o RS ao buraco.

Vendo a vitória de Dilma e de Tarso, faço um retorno ao passado onde tínhamos crenças de um país justo, democrático, laico e que respeitasse a diversidade que é explicita no Brasil.Ao mesmo tempo fica aquela pulguinha atrás da orelha, que cria receios de estarmos diante do “ouro de tolo”.

Milhões de pessoas depositaram nessa eleição suas convicções e crenças, outras tantas se decepcionaram com o rumo desta campanha política, mas creio que o rescaldo será bom, afinal depois de um grande incêndio, se constatar que há sobreviventes, sempre nos faz refazer as energias.

Resta-nos agora ficarmos atentos, e não esquecermos em quem votamos e sempre que possível cobrar promessas e lutarmos para que nossos direitos sejam respeitados. Oxalá tudo seja para melhor.

sábado, 30 de outubro de 2010

E era isso....

Finalmente terminou, foram dias e meses de vergonha, retrocessos, discussões e acusações esse pleito eleitoral de 2010. Com o ultimo debate, apresentado ontem pela Rede Globo, ficou muito claro o despreparo de sustentar as propostas já vazias do plano de governo de ambos os candidatos.

O que se viu, foi duas figuras meio que anestesiadas diante de uma platéia de cidadãos comuns e ansiosos por respostas claras e objetivas. Livres dos escudos das acusações, da proteção de um estúdio vazio, tanto Dilma como Serra se mostraram perdidos, refigiando-se em frases complexas e fala tremula.

O retrato real de uma campanha que menosprezou a inteligência do povo brasileiro, houve ressuscitações de falhas e desencontros de governos anteriores, e cada qual querendo tirar o seu da reta. Triste constatar que somos obrigados a exercer o “direito” obrigatório de voto.

Por essas e outras tantas, que depois de quase 30 anos, irei amanhã às urnas e apertar a tecla “BRANCO”, e não será um posicionamento fácil, mas é o mais digno que consigo ser, e assim não suicidar meus valores e crenças.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Poucas Palavras...

De volta por uns dias, e quanta coisa aconteceu nesses dias de exílio.Às vezes parece que vivemos dentro de um redemoinho, somos levados e não podemos sequer escolher o roteiro desta louca viagem.

As eleições 2010 caminham para o fim, e houve tantos acontecimentos neste pleito, que com certeza darão origem a livros e teses. Candidatos que se aliaram, outros que redigirão cartas, bolinhas de papel que acabou em samba e por ai vai.

Estou feito cachorro que caiu da mudança, ou cego em tiroteio, complicado exercer o direito obrigatório do voto com tanta palhaçada por ai, e não bastasse, se tem que abrir as caixas de e-mails e ver mensagens de fanáticos querendo nos catequizar.

Também tivemos essa semana a perda de dois nomes de peso na política, tanto brasileira quanto do país hermano, a Argentina.Falo de Romeu Tuma e Nestor Kirchner, homens polêmicos, mas que deixaram marcas na historia de seus países.

Domingo esta chegando, e com ele o dia das bruxas, interessante ser também o dia de ir às urnas, como se fossemos depositar no caldeirão nossos pedidos de dias melhores. Particularmente admiro a história das bruxas, e como dizem: “Yo no creo em brujas, pero que las hay, las hay”.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Para Refletir ( XIV )...

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas,que já tem a forma do nosso corpo,e esquecermos os caminhos,que nos levam,sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia.E,se não ousarmos fazê--la,teremos ficado,para sempre,à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa PS: Em casa por alguns dias,depois mudar,ousar e perseguir o eldorado chamado"Momentos Felizes", por que a felicidade,nada mais é que ser inteiro e nunca aceitar metades,por que "meias" só para os pés....

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Continua......

Fim de semana chegando, como dizem: ”o tempo urge” e parece que não possuímos a capacidade de acompanha-lo. Semana de grandes emoções, o resgate dos mineiros chilenos, os conchavos políticos, tudo isso balançou nosso emocional.

E parece que se confirmará o arrego da senhora Dilma para os representantes de Deus, e a tal carta aberta ficará na historia retrógrada deste país tupiniquim. Discussões em torno de assuntos polêmicos fizeram a ONU divulgar uma pesquisa, onde compara o Brasil a países africanos subdesenvolvidos, no que se refere a leis sobre o aborto.

Ficamos a ver uma disputa onde o que menos importa é o bem estar da população e a construção de uma sociedade justa e igualitária. Alfinetadas e trocas de farpas tem ilustrado o horário político obrigatório e gratuito, onde o que importa é chegar aos 50% + 1.

O senhor Jose Serra, hoje se declarou a favor da união civil entre homossexuais, e disse que há diferença entre casamento e união civil, mesmo não concordando com referido candidato, nesta questão ele esta certo.O que se procura é a aprovação dos direitos civis dos casais homossexuais e não casamentos com grinalda e buquês em igrejas cheirando ao mofo dos preconceitos.

Mas a semana esta no fim vamos usar o ócio do fim de semana para recarregar as energias, por que a próxima semana será de grandes revelações nesta reta final da corrida ao planalto central. Aproveito para dar “tchauzinho”, estarei ausente por alguns dias (muitos), mas prometo voltar em breve.Vou até SC, se tudo der certo viro “barriga verde” e meus post serão com sotaque gaúcho/catarinense. Até a volta.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Para Refletir ( XII )...

Minha singela homenagem a estes bravos homens,tanto aos mineiros soterrados, quanto a equipe de resgate,pela perseverança e resistência durante estes 70 dias de angustia e espera. "A sociedade é a união dos homens, e não os próprios homens." (Barão de Montesquieu)

O Que esta Acontecendo??

Peço desculpas, mas tento mudar o rumo da “prosa”, porém toda vez que me aventuro a ler as noticias sobre os presidenciáveis, choco-me e como forma de não ter um infarto fulminante escrevo.

A mais nova perola da candidata Dilma, foi ceder as pressões das igrejas e resolver redigir uma carta aberta, onde ira se comprometer em não alterar a lei do aborto, bem como se posicionar contra a união homoafetiva (o casamento entre homossexuais).

No mínimo uma vergonha, para não usar uma palavra chula, este retrocesso, nada mais é que a verdadeira face da política brasileira, onde se muda de postura conforme se é pressionado, triste figura da senhora Dilma.

Segundo matéria da Folha.com, afirmou o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ): "Ela não vai encaminhar nem sancionar qualquer coisa que ofenda os direitos religiosos, que descriminalize o aborto ou que promova o casamento homossexual.

Triste perceber a falência da política no Brasil, pela primeira vez em quase trinta anos como eleitora, irei às urnas e votar em branco.Nego-me a compactuar com este retrocesso primário ao qual estamos voltando.Há valores que são incorruptíveis e não posso ver negado o direito de se ter um país que conceda direitos iguais a todos seus cidadãos.

Ter que admitir minha frustração igualasse a quando aos seis anos de idade descobri que Papai Noel não existia e vi minhas fantasias todas se acabarem. É assim que me sinto, ao ler estas declarações, traída nas minhas crenças em um partido, em pessoas que esperei que fossem ser os representantes das mudanças que tanto esperamos.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A Pobreza Politica do Brasil...

Pois bem, ontem assistimos ao primeiro debate deste segundo turno, e com isso a deflagração da guerra explicita entre os candidatos a sucessão do Sr.Lula da Silva. Recheado de ataques pessoais,com um tom amargo e cheio de farpas,os dois candidatos ficaram ali,entre replicas e treplicas a enumerar suas falhas como gestores. Até onde sei,um debate deveria e deve ser usado para se ampliar e explanar as ideias e planos de governo, mas o que assistimos foi um ranço pessoal entre duas pessoas a beira do desequilíbrio. Confesso que me senti sob as lonas de um circo, a ver no picadeiro o retrato deste país que ainda barganha,mente e retrocede. Séculos buscando desenvolver, e ainda estamos atrelados ao velho jeito de fazer politica. Questões relevantes, como aborto, educação,saúde,a homofobia e outras tantas que realmente importam, para que tenhamos de fato um país em desenvolvimento, ficou sufocada em um discurso retorico que visou resgatar erros de gestores do passado. Me pergunto, embora sejamos um estado laico,teoricamente com liberdade religiosa, por que ainda estamos sob o julgo das igrejas? E parece-me que o país medieval ainda impera,e o clero dita as regras. Vergonhoso saber que é sob o mando desses políticos que estaremos presos nos proxímos quatro anos, estou decepcionada e ainda mais indignada por ser obrigada a ir as urnas e votar. Minha tola ilusão de ver um Brasil livre e soberano ,me remete a um estado de frustração, que acredito que hoje seja comum a muitos brasileiros pensantes. Justificar Lamentável.....

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Caráter e Ética,não se Compra...

Às vezes me sinto uma alienígena em terras tupiniquins.Lembram daquela musica que dizia assim: “que país é esse?”, pois é, eu também me pergunto isso toda vez que leio os abusos e arbitrariedades cometidos em prol da conquista de um cargo político.

Há anos tramita no congresso nacional a PL/122/2006, que tem por objetivo criminalizar a homofobia no Brasil, inúmeras tentativas para que seja votada e sancionada tem sido feita ao longo desses anos, e ainda nada.

A homofobia (homo= igual, fobia=do Grego φόβος "medo"), é um termo utilizado para identificar o ódio, a aversão ou a discriminação de uma pessoa contra homossexuais e, conseqüentemente, contra a homossexualidade, e que pode incluir formas sutis, silenciosas e insidiosas de preconceito e discriminação contra homossexuais.( Fonte: Wikepédia)

Pois bem, 2010 ano de eleições, e muitos candidatos levantaram bandeiras de igualdades sociais, liberdade de expressão e por ai vai, tudo para ganharem votos. Muitos ativistas da causa LGBT’s também usaram a política como forma de conseguirem ser ouvidos, como é o caso do ex-BBB Jean Wyllys, eleito deputado federal pelo PSOL/RJ.

Agora na corrida do 2º turno, eis que não surpresa, leio notícias e mais notícias sobre os atuais candidatos mudando o discurso. Pressionados pelas igrejas( todas), retiram das suas propostas temas importantes como a homofobia e o aborto.

Circulou na mídia,uma declaração do senhor Índio da Costa, (DEM),vice do senhor José Serra (PSDB),que diz:” O vice de Serra deve utilizar o mesmo discurso “enganador” dos evangélicos fundamentalistas quanto ao PLC-122/06, com exemplos estapafúrdios quanto à vigência da lei caso aprovada. Segundo Índio da Costa, um dono de restaurante poderá ser preso caso impeça um “casal gay de fazer sexo” dentro do seu estabelecimento.”(Fonte: http://www.mundomais.com.br/exibemateria2.php?idmateria=1721)

Preciso escrever mais alguma coisa? Resta-me repudiar toda e qualquer tentativa de retrocesso.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Culpa ou Responsabilidade?

Freud acreditava que o desejo sexual era a energia motivacional primária da vida humana, também acreditava que a libido amadurecia nos indivíduos por meio da troca de seu objeto (ou objetivo). Argumentava que os humanos nascem "polimorficamente perversos", no sentido de que uma grande variedade de objetos possam ser uma fonte de prazer, sem ter a pretensão de se chegar à finalidade última, ou seja, o ato sexual.

Embora não seja eu uma seguidora das teorias freudianas, tenho que reconhecer que ele contribuiu e muito para que pudéssemos entender como funcionamos psiquicamente.Suas teorias sobre a sexualidade humana nos propiciam ter uma noção dos nossos comportamentos por vezes patológicos.

Sou psicóloga, e como tal busco muitas vezes entender o que acontece ao meu redor com um olhar mais direcionado e critico, porém confesso que esta cada vez mais difícil estabelecer parâmetros para o comportamento sexual humano na atualidade.

O homem enquanto definição de gênero, esta cada vez mais distante do afetivo e do emocional, embora saibamos que heranças culturais e o instinto predador contribuam para isso, em contraponto as mulheres se perderam diante de suas conquistas e busca por igualdades, equiparando-se de forma distorcida ao mundo masculino.

Instalou-se ai um romper constante de valores e conceitos, perdeu-se identidade e tudo esta descomprometido. É esperado este furor sexual na adolescência, onde buscamos estabelecer nossa identidade sexual, na idade adulta lidamos com a sexualidade de forma mais tranqüila, mas é com a chegada da meia idade que o caos se instala.

A tão comentada idade de auto afirmação masculina, acaba por direcionar para relações fugazes, efêmeras e muitas vezes promiscuas. Homens com o comportamento adolescente, computando “transas” desqualificadas, apenas para garantir sua suposta virilidade.

Talvez seja chegada a hora de nós mulheres repensarmos nosso comportamento, e buscar identificar qual nosso real papel nesta roleta russa. Podermos mensurar qual a nossa responsabilidade nas atitudes inconseqüentes do homem do século XXI.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Nova Chance....

Dias primaveris por terras gaúchas, o friozinho que nos recebe pela manhã ainda nos faz lembrar o inverno, porém novos ares começam a se manifestar.

Nesta sexta-feira recomeça o horário eleitoral obrigatório e gratuito, nova chance dos candidatos mostrarem suas propostas a corrida até o planalto central. Tempos de reforçar alianças e correr atrás de novos aliados. Como se a vida fosse um mercado persa, onde tudo pode ser trocado a preço de bananas.Será resquício do descobrimento, onde levaram nossas riquezas e deixaram pentes e espelhos?

Pelo sim, pelo não, hora de afinarmos nosso senso de criticidade, podermos de fato fazer a melhor escolha. Saber se o melhor para o Brasil tupiniquim é o tucano ou a estrela, afinal a vida é feita também de símbolos, foi estes nossas primeiras tentativas de escrita no processo evolutivo.

O que não podemos é tratar este pleito apenas com ideologias, é preciso acreditar na eficácia das propostas. Estamos cansados da Lei de Gerson, ou do velho jeitinho. Acreditamos que já há palhaços demais na historia deste país, ironicamente agora representados por um palhaço de profissão que chega em Brasília com mais de Um milhão de votos.

Será a votação do Sr. Tiririca um protesto consciente ou mais um sinal da imaturidade política do povo brasileiro? Não podemos mensurar, afinal o Brasil abriu precedentes para que analfabetos funcionais governem, talvez seja este o momento de buscarmos uma educação eficaz, para que os novos políticos saibam no mínimo que ser alfabetizado vai além do saber desenhar seu nome.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O Velho e o Novo RS....

Bom dia entramos numa nova fase agora, passada as eleições, pelo menos no que se refere as estaduais, afinal ainda teremos segundo turno para a presidência da republica.Momento de afinar discursos e correr atrás de alianças que solidifiquem a entrada no planalto central.

Após quase uma década sendo governado pela direita, eis que o Rio Grande do Sul volta as mãos do PT, para alguns sinais de retrocesso, para outros à volta de tempos de renovação e talvez a entrada do estado no desenvolvimento do resto do país.

Segundo alguns analistas políticos, somos nos gaúchos o povo que ainda vai as urnas por ideologia, esta o senhor Tarso Genro de volta e a bela reeleição de Paulo Paim ao senado federal.Bom saber que apesar de sermos o ultimo estado no mapa, somos um povo politizado e sabedor do que quer.

A democracia muitas vezes mascarada pelo velho jeitinho brasileiro ou pela imperial lei de Gerson, ainda sobrevive em terras farrapa.Não sou uma expert em política, mas consigo perceber que estamos caminhando rumo a novos tempos, Oxalá seja verdade, afinal precisamos de estímulos para dar continuidade ao que acreditamos.

Vamos torcer para que a estrela traga ao velho Rio Grande, tempos de fartura e igualdade social a este povo aguerrido e bravo.

domingo, 3 de outubro de 2010

Para Refletir ( XI )...

"Quando a fragilidade de caráter se instala, a vida segue na corda bamba..."

Vigie seus pensamentos, porque eles se tornarão palavras;

Vigie suas palavras, porque elas se tornarão atos;

Vigie seus atos, porque eles se tornarão seus hábitos;

Vigie seus hábitos, porque eles se tornarão seu caráter;

Vigie seu caráter, porque ele será o seu destino.

Autor Desconhecido

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Estou de Volta...

Buenas,depois de alguns dias ausente,eis que retomo minha vida cyber.Estranhos pensamentos nos invadem quando ficamos temporariamente off. Não só por que ficamos distantes das coisas que acontecem em tempo real e que a internet nos propicia vivenciar, mas ficamos distantes dos amigos que conquistamos através desta tecnologia. Dentre meus inúmeros defeitos, esta a dificuldade em lidar com restrições de liberdade, principalmente as que me obrigam a não poder me auto gerenciar de forma plena.Devido a uma lesão no ligamento medial do meu joelho esquerdo, estou com gesso na perna, o que me faz ficar de “molho”. E meu PC também resolveu ter problemas, fatores estes que contribuíram para meu afastamento nas ultimas semanas. Mas ao mesmo tempo em que situações limítrofes nos remetem a desconfortos, há o contraponto das coisas agradáveis. Descobrimos que mesmo muitas vezes não correspondendo a expectativas, há sim pessoas que se importam conosco, ou na pior das hipóteses, pessoas “altruístas” que se sensibilizam com as causas solidárias.Não sei onde me enquadro no momento. O que sei de fato é, que situações assim, nos fazem perceber o quão falíveis somos, frágeis na matéria e vulnerável no emocional. E que precisamos do outro que forma os elos da grande corrente chamada “Relações Humanas”.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Nós, os Bobos....

Nada melhor que um lindo dia com a presença do astro rei para energizar o espírito e alegrar a vida. Sempre digo que embora não seja o verão minha estação preferida, necessito do sol para realizar a fotossíntese.

Tenho acompanhado as notícias políticas do momento, e confesso que já não sei em quem votar, ontem a noite sentada olhando,vendo,ouvindo e escutando o horário político gratuito e obrigatório (país interessante, tudo passa a ser obrigatório) fiquei chocada com o nível dos candidatos a assembléia legislativa e os ao congresso nacional.

A ganância dos partidos políticos, acabam por não relevar a escolha do candidato, em nome da liberdade e da democracia, há um exercito de “zes ninguém” poluindo nossos olhos e ouvidos com plataformas de governo incoerentes e beirando a infantilidade.

Promessas que nunca irão se concretizar, ilusões imbeciloides de um país justo para todos, como se fossemos acéfalos e não conseguíssemos analisar e criticar o que esta ai ,bem à frente. Toda essa sujeira que vem a tona em época de eleições existe sempre, durante os 4,8 anos de mandato, seria até ingênuo congecturar o contrario.

Até quando iremos nos enganar, até quando ficaremos atrelados aos sonhos de juventude?Não há mais idealismos, tudo resumisse no caixa dois, aonde o vem a nós, ao nosso reino nada, virou palavra de ordem.

Ou se radicaliza, ou ficaremos atrelados as utopias remanescentes da nossa adolescência longínqua.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Para Refletir ( X) !!!

"Tudo que é falso, é ruim, até mesmo a roupa emprestada. Se seu espírito não combina com a sua roupa, você está sujeito à infelicidade, porque é desta maneira que as pessoas se tornam hipócritas, perdendo o medo de agir mal e de dizer mentiras." ( Ramakrishna )

terça-feira, 14 de setembro de 2010

E Não É?

Vamos voltar a falar do que realmente importa. Passado os tempos ruins e zeradas as contas, nada melhor que usar este espaço para falar sobre o assunto do momento, as eleições.

Nesta reta final, parece que foi aberta a caixa de Pandora, e solto os segredos escusos dos candidatos e sua trupe. É quebra de sigilos, candidatos (as) que não aparecem em debates, ministras que abrem empresas com filho para agiotagem, novos políticos ganhando espaço rumo ao senado, futuro ex-presidente planejando criar fundação para perpetuar sua vida publica.

Realmente, este país tupiniquim é o paraíso, onde o circo é armado e os palhaços somos nos cidadãos, que continuamos a ser ludibriados por esta corja de profissionais da política. Já verbalizei aqui neste espaço, os bons tempos da minha juventude, onde se tinha idéias e ideais, de uma nação livre e democrática de fato.

Hoje o que se vê, é partido unindo-se com seus desafetos, pelo simples fato de temerem perder a “boquinha”, de não terem mais sua fatia de pizza. O pleito eleitoral de 2010,deveria ter o slogan de: “As alianças escusas da máfia política brasileira”, afinal é esta uma campanha que trará de volta muita gente envolvida em escândalos e mais escândalos, desde os mensalões a formação de quadrilha(não a de São João).

E ainda há marqueteiros de quinta que insistem em ficarem parados no tempo, sem ao menos tentarem buscar coerência e senso critico, embora saibamos que estes seres sequer possuem neurônios para tais atividades intelectuais.

Estamos entregues a nossa própria sorte, e usar o voto com consciência, ainda é a melhor estratégia para tentarmos sobrevivermos nesta selva chamada Brasil.